#5 Conversa de Terreiro – Redes sociais e Tradições Africanas: contribuição ou destruição?

Carregando mapa ....

Data / Hora
Date(s) - 02/04/2016
11:00 am - 4:00 pm

Localização
ILABANTU

Colabore com a Agenda Preta

Categorias


Com presença e participação de lideranças de povos e comunidades tradicionais de matriz africana de São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Brasília e de outros pontos do País, o ILABANTU, reunirá Povos-de-Terreiros e profissionais de mídias na “Quinta Conversa de Terreiro” para discutir o tema“Redes sociais e tradições africanas: contribuição ou destruição?” dia 2 de abril de 2016, a partir das 11h00, a Rodovia Armando Salles, 5205, bairro Recreio Campestre, Itapecerica da Serra, região metropolitana sul da Grande São Paulo, o evento conta com parceria de entidades como Associação de Povos e Comunidades Tradicionais de Matriz Africana Katina da Silva, Mandatos Popular da Deputada Leci Brandão (PCdoB/SP),  e do vereador da capital paulista, Toninho Véspoli (PSOL/SP), além de movimento da sociedade civil organizada como Associação Afro Brasileira Circulo Palmarino, Kolombolo diá Piratininga, Banda Mbeji, que significa Lua emkimbundu, liderado pela musicista e antropóloga Ariane Molina.

 

CONVERSA DE TERREIRO ILABANTU

Vários especialistas entre profissionais de imprensa, mídias e de redes sociais participarão da Quinta Conversa de Terreiro, que será coordenada pelo doutor em sociologia pela UFSCar, Deivison Nkosi, do Grupo Kilombagem, membro doIlabantu/Nzo Tumbansi; além de vivenciandos do candomblé, como o diretor de conteúdo e mídias sociais do ILABANTU/Nzo Tumbansi, Maganza Lekwandan`xi– Erick Munhoz, de Nlemba; o diretor de Desenvolvimento Cultural do Ilabantu/Nzo Tumbansi, Taata Mambulekwala, Arthur Souza Brito, de Nzaazi; Maganza Keza dia Nzaambi, jornalista Uilian Tadeu Vendramin, de Nlemba, diretor de Comunicação, Imprensa e Divulgação do ILABANTU/Nzo Tumbansi; Taata Kambandu Ngelwami, jornalista Ênio Sales Oliveira, de Nkosi, editor da AgênciaKimwanga-Nsangu; Cosme Felix, jornalista, fundador e editor do jornal Tribuna Afro Brasileira; consulesa geral da França em São Paulo, jornalista e modelo Alexandra Loras; jornalista e advogado Dojival Vieira, diretor e editor de Afropress; jornalista e articulista Claudia Alexandre, Portal Áfricas e programa Papo de Bamba;Mario Pfeifer, artista visual alemão, que veio ao Brasil com o apoio da Fundação Cultural Berlin; Rodrigo Rodrigues, cientista social e fotógrafo; Cida Abreu, presidente da Fundação Cultural Palmares, do Ministério da Cultura; Judith Luacute, angolana e Secretaria de Relações Internacionais do ILABANTU/Nzo Tumbansipara Angola e África austral; jornalista cubana Maria Ileana Faguaga Iglesias;Mam`etu Nkisi Jucy Bruno, de Matamba, da cidade de Mata de São João, Bahia;Maganza Ndembwemi – a jornalista e doutoranda Liliane Braga, de Uambulu N´sema, membro do Departamento de Pesquisas e Estudos do Ilabantu/Nzo Tumbansi; a advogada Joselda Nery Cavalcante, membro da Comissão da Verdade da Escravidão da OAB/PI, membro da Comissão de Direitos Humanos da OAB/PI, membro da Comissão da Mulher Advogada, além do Fórum de Mulheres do Coletivo de Entidades Negras; a professora e historiadora Patricia Cerqueira dos Santos, ex-secretária municipal de cultura de Itapecerica da Serra. Do Rio de Janeiro participarão lideranças como Taata Efamim Ia Lemba, o tenente oficial da Aeronáutica, Alex dos Santos Gabiatti, dirigente do Inzo Mundele Ia Lemba, a rua Roberto Cabral, 398, Estrada do Magarça, Guaratiba, coordenador estadual doILABANTU no estado fluminense, além de Taata Kilondiri, pai Marcos de Nkosi eTaata Kiluanji, pai Geraldo de Oliveira, de Nlemba, respectivamente sacerdotes doNzo Mundele Ia Nkosi Anga Nlemba, sediado em Itaipuaçú, região de Niterói;Mam`etu Matambenganga – Valéria Ribeiro Moreira, de Hongolo; professor Eduardo Martins – Tata Kambandu Zambifurama, de Nova Iguaçu/RJ, entre outros.

Durante o evento, haverá intervenções culturais da Companhia de Arte e Cultura Mangalê, sob a responsabilidade da atriz e ativista Preta Vani; o Afoxé Filhos de Ganga Zumba, de Cubatão, litoral sul paulista; Grupo Tupinambá de Capoeira, Itapecerica da Serra; Recital de Poesias Afro, pelo ator, poeta e liderança de povos e comunidades tradicionais de matriz africana de Estância, Sergipe, Wilton Santos, deNkosi.

Comentários

comentários

Bruna Salles

Mulher Preta de duas cabeças. Na de dar Assistência ao Social, me encantei pela Articulação Cultural e cá estamos: Co-Fundadora e Coordenadora de Comunicação da Agenda Preta.

Comente