Debate “As Origens do racismo e seus danos psicológicos”

Carregando mapa ....

Data / Hora
Date(s) - 21/10/2017
2:00 pm - 5:00 pm

Localização
Universidade São Judas Tadeu (auditório térreo)

Colabore com a Agenda Preta

Categorias


O Enegrecer – Coletivo Negro USJT convida a todos e todas à participar do Evento: “As Origens do Racismo e Seus Danos Psicológicos”
Um debate sobre as origens históricas do racismo, sua perpetuação na sociedade e seus efeitos no população negra.

Para este debate contaremos com a presença de:
● Prof. Dr. Deivison Nkosi (Sociólogo)
Graduado em Ciências Sociais pelo Centro Universitário Santo André (2005); Mestre em Ciências da Saúde/ Epidemiologia pela Faculdade de Medicina do ABC (2010); Doutor em Sociologia pelo Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFSCAR (PPGS-UFSCAR) com a pesquisa sobre o pensamento de Frantz Fanon e as relações raciais contemporâneas. É membro do Grupo de Pesquisa “Relações Étnicas e Raciais no Brasil Contemporâneo” pela UFSCAR e Assistant Research Scholar no Department of Philosophy da University of Connecticut com a pesquisa: “Why Fanon, Why Now: A study of contemporary fanonisms”.

● Fabiana Villas Boas da Silva. (Psicóloga)
Psicóloga graduada pela PUC-SP, mestranda em Psicologia Clínica pelo Instituto de Psicologia da USP, é membro da Roda Terapêutica das Pretas.

E a mediação será feita por:
● Beatriz Moreira.
Graduanda do 4° ano de Psicologia pela Universidade São Judas e membra do Coletivo Enegrecer

Data: 21/10/2017 (Sábado)
Horário: Das 14h00 às 17h00.
Local: Auditório Térrreo do campus Mooca na Universidade São Judas.
O evento será gratuito e possivelmente valerá como Horas Complementares [À confirmar pela Universidade]

Um debate essencial à todo preto e preta, principalmente àqueles formandos ou formados em Psicologia.

Compareçam, convidem todo mundo, participem!

Qualquer dúvida procurem a página do Enegrecer – Coletivo Negro USJT ou os membros organizadores do evento: Beatriz MoreiraClauber NascimentoHenrique SantosKézia Castro e Michaella Lemos

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *