Experiências em Educação Étnico-Racial [Seminários Afro-Brasileiros]

Carregando mapa ....

Data / Hora
Date(s) - 17/07/2016
10:00 am - 1:00 pm

Localização
Cursinho Popular da ACEPUSP

Colabore com a Agenda Preta

Categorias


africanos

Como parte das atividades do curso livre de extensão ” Introdução aos Estudos Africanos e Afro-Brasileiros, a partir do dia 17/07 inciam-se os “Seminários Afro-Brasileiros”, uma série de 10 palestras, com 3h de duração cada, ministradas por pesquisadoras e pesquisadores, militantes e atores políticos ligados à temática afro-brasileira e à luta antirracista no Brasil.

O primeiro seminário, que possui como tema “Experiências em Educação Étnico-Racial”, ocorrerá no domingo, 17/07, às 10H, no Cursinho Popular da Acepusp (ver mapa).

Na mesa, estarão presentes:

Ana Koteban, com a comunicação “A importância do corpo nos processos educativos numa perspectiva africana”, e Jorge Costa, com a comunicação “A afro-etnomatemática na Educação Básica”.

A atividade é gratuita e aberta ao público em geral.

Mais informações no site: cursoafrobrasil.wix.com/inscricao

Sobre os participantes:

JORGE COSTA
Possuí graduação no Bacharelado em Ciências e Tecnologia pela Universidade Federal do ABC (UFABC). É estudante do curso de Licenciatura em Matemática e Engenharia de Materiais pela UFABC. É professor do cursinho pré – universitário ACEPUSP e Coordenador e professor do Cursinho Popular Carolina de Jesus. Membro do IEEE – Institute Of Electrical And Electronics Engineers, e da CPMT – Components, Packaging and Manufacturing Technology Society. É pesquisador na área de Etnomatemática sobre o tema Contribuições dos Povos Africanos para a Matemática, com enfoque em Fractais Africanos. Tem experiência na área de Engenharia de Materiais, com ênfase em materiais avançados. Atualmente é estagiário do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN).

ANA KOTEBAN
Ana Paula Gomes é Dançarina e educadora, sendo sua formação de dançarina desenvolvida a partir da pesquisa sobre danças africanas. Tem formação também em Ciências Sociais pela Unesp (2004) e mestrado em sociologia pela UFSCar (2007). Iniciou sua formação artística por meio do teatro, na Oficina Cultural Sérgio Buarque de Hollanda em 2003. Realizou viagem de intercâmbio para pesquisa da estética africana na África do Sul, como parte dos estudos para o mestrado, residindo em Johannesburg de maio a agosto daquele ano. Em 2008 ingressou como dançarina no Ballet Afro Koteban. Ao longo do ano de 2011 cursou dança africana, mandingue, com as dançarinas africanas Mariama Camará, 1º. Semestre e Fanta Konatê, 2º. semestre. Como arte educadora desenvolveu o projeto Diramini – de dança africana em 2014, no CEU Cantos do Amanhecer e em 2015 no Ceu Campo Limpo. Desde março de 2015, produz e ministra o curso de dança africana do Ballet Afro Koteban no espaço Acepusp, atuando em parceria com vários dançarinos Guineanos como Mariama Camará, Aboubacar Sidibé e Mohamed Ifono. É também educadora na rede municipal de São Paulo. É autora de artigos, capítulos de livros e outros materiais sobre arte e cultura africana e afro-brasileira.

Comentários

comentários

Junior Rocha

Preto, amante de tecnologia, política, cultura e cerveja. Fundador da Agenda Preta e de outros projetos que ainda não existem.

Comente