Festa Literária da Penha – Flipenha

Carregando mapa ....

Data / Hora
Date(s) - 25/08/2018
10:00 am - 8:00 pm

Localização
Centro Cultural da Penha

Colabore com a Agenda Preta

Categorias


 

De 23 a 26 de agosto do presente ano realizaremos a primeira edição da Festa Literária da Penha – FliPenha. O objetivo é incentivar a leitura buscando a formação de leitores autônomos e críticos, utilizando as diversas formas de linguagens e expressões artísticas e fomentando o debate em torno de temas pertinentes.
O tradicional bairro da Penha abriga uma série de instituições culturais e educacionais, públicas, privadas e do terceiro setor, além de movimentos culturais de diversas expressões artísticas tradicionais e contemporâneas.
A partir do desejo de várias dessas instituições surgiu a proposta de realização da Festa Literária da Penha – FliPenha, que se propõe a ir muito além dos textos literários impressos, dando vez e voz às diversas manifestações que acontecem na promoção da leitura, tais como saraus, música, contações de histórias entre outros. Some-se a isso a organização de painéis, debates e oficinas relacionados à políticas de leitura, mediação da leitura e à produção literária.
Essas atividades acontecerão em vários espaços do bairro nas instituições coorganizadoras da FliPenha.
Formam a comissão organizadora: Biblioteca Pública Municipal José Paulo Paes, Centro Cultural da Penha; CEU Tiquatira, Coletivo Papo de Comadre, Diarinho da Penha, E.E. Padre Antão, Guia Penha Online, Movimento Cultural Penha, OAB São Paulo Sub Seção Penha de França, Shopping Center Penha, Teatro Municipal Martins Penna.

23/08 (quinta-feira)
10h – Encontro com as escritoras Adriana Rocha e Sheila Kuno
Adriana Rocha é doutora honoris causa em Literatura. Tem 8 livros publicados, além de contos e crônicas em antologias nacionais e internacionais. Premiada e reconhecida no Brail e no exterior.
Sheila Kuno é mestre em computação aplicada, sendo especialista em prevenção a fraude e lavagem de dinheiro. Tem 7 livros publicados e participações em antologias nacionais e internacionais.
Mediação: Cíntia Jordano (CEU Tiquatira)
Local: CEU Tiquatira – EMEF Antônio Carlos Rocha
15h – Painel Comunicação na Penha: rede de informação local
Mediação: Robson Bodião (Guia Penha On Line)
Painelistas:
 Eduardo Schwartzberg (La Puerta Del Sol)
 Eugênio Cantero (Gazeta Penhense)
 Gabriel Romio (Senac Penha)
 Paulo Aguiar (City Penha)
 Rodrigo Bodião (Guia Penha Online)
Local: Shopping Center Penha
15h – Vamos conversar sobre políticas de incentivo à leitura com Haroldo Ceravolo Sereza – Haroldo é jornalista e editor de livros. Foi presidente da Libre – Liga Brasileira de Editoras de 2011 a 2015. Foi membro do GT que coordenou a formulação do Plano Municipal do Livro, da Leitura, da Literatura e de Bibliotecas do Município de São Paulo (lei 16.333/2015)
Debatedor: Miro Nalles (Biblioteca Pública José Paulo Paes)
Local: E.E. Padre Antão
17h – Abertura da exposição fotográfica: Olhar – CEU Tiquatira
Olhar das crianças e adolescentes sobre o CEU Tiquatira como parte do território da Penha. Fotos: Alunos da EMEF Antônio Carlos Rocha
Organização: Biblioteca Dr. Dirceu de Paula Brasil (CEU Tiquatira)
Colaboração: Professores da EMEF Antônio Carlos Rocha e Pinrolê
Local: Centro Cultural da Penha – 2° andar
19h – Abertura oficial da FliPenha
Local: Teatro Martins Penna
Abertura oficial (autoridades e representantes da comissão organizadora)
Apresentação artística de Morabeza Nação com o espetáculo Canto de Vida e Obra de Conceição Evaristo.

24/08 (sexta-feira)
Contações de histórias
11h – A Bagunça dos brinquedos e Histórias para despertar – com Adriana Rodrigues – Local: Biblioteca Dr. Dirceu de Paula Brasil (CEU Tiquatira)
14h:30 – Nhucu, o verme branco – com Maré – Local: Biblioteca Dr. Dirceu de Paula Brasil (CEU Tiquatira)
15h:30 – O monstro monstruoso da caverna cavernosa – com a Cia. Bisclof – Local: Teatro Martins Penna
16h – Os deuses da luz: contos e lendas da América Latina – com Maré – Local: Biblioteca Dr. Dirceu de Paula Brasil (CEU Tiquatira)
18h – Mulheres do futuro – com Danielle Rodrigues e Sophia Castellano – Local: Centro Cultural da Penha – Sala 1
19h – Ao contar um conto eu aumento meu canto – com Ana Meira e Manoel Silva – Local: Biblioteca Dr. Dirceu de Paula Brasil (CEU Tiquatira)
11h – O papel da escrita negra na literatura brasileira atual
Mediação: Luciana Campos (Biblioteca Pública José Paulo Paes)
Debatedores:
 Plínio Camilo (ator e educador social atuou com crianças e adolescentes em situação de rua. Formado em Linguistica pelo IEL/Unicamp. Escritor e editor de diversos títulos e autor de dois romances infantojuvenis)
 Neide Almeida (Socióloga, mestre em Linguística. Atualmente coordena o Núcleo de Educação do Museu Afro Brasil (São Paulo). Docente, pesquisadora e consultora na área do livro, leitura, literatura, bibliotecas e relações étnico-raciais. É escritora e integra o Conselho Editorial do selo Ferina, da Pólen Livros)
 Ianá Souza Pereira (Psicóloga e professora; mestra em Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa (FFLCH/USP) e doutora em Psicologia Social (IP/USP))
Local: Centro Cultural da Penha – Espaço Mario Zan
13h – Descobrindo a Penha
Coordenação: Julio Marcelino (Movimento Cultural Penha)
14h30 –Encontro com a escritora Lya Galavote – Lia Galavote é formada em Matemática mas desde a infância foi apaixonada pelas palavras. Trabalha em Educação Infantil e Ensino Médio e escreve nos intervalos entre uma escola e outra. Tem 9 livros publicados, todos romances com muita paixão e amor.
Mediação: Cíntia Jordano (CEU Tiquatira)
Local: CEU Tiquatira – EMEF Antônio Carlos Rocha
15h – Oficina de histórias em quadrinhos para crianças com Marcio Gotland Marcio R. Gotland é formado em Artes pela UNESP, é ilustrador, quadrinista e professor de arte no ensino regular. Iniciou sua carreira como chargista no Jornal O Munícipe; Participou como roteirista e desenhista de quadrinhos em revistas publicadas entre 2006 e 2008; Em 2013 retomou a carreira de ilustrador, produzindo para o mercado editorial; Autor da minissérie Greg: O Contador de Histórias, indicada ao Prêmio HQ Mix de 2016 e 2017 nas categorias Web-quadrinhos, Quadrinhos em Minissérie e
Novo Talento Roteirista; desenhista da graphic novel Devorados, lançado na CCXP 2017 pela Editora Draco. Além das HQs, publicou o Sketchbook Custom Volume 1 pela Editora Criativo.
Local: CEU Tiquatira
17h – Vamos conversar sobre contar histórias com Giuliano Tierno
Giuliano Tierno é doutor e mestre em Artes pelo Programa de Pós-Graduação do Instituto de Artes da Unesp. Sócio-fundador d´A Casa Tombada [Lugar de Arte, Cultura, Educação] na cidade de São Paulo. Assessor de Literatura e Bibliotecas das Fábricas de Cultura (Poiesis) da Secretaria de Estado da Cultura. Idealizador, coordenador e professor do curso de pós-graduação lato sensu A Arte de Contar Histórias – Abordagens poética, literária e performática, pela FACON, pólo A Casa Tombada. Integra o Grupo
de Estudos e Pesquisas em Experiências de Formação – Roda-Línguas, Unesp, desde 2006. Organizador do livro A Criança de 6 anos – Reflexões e Práticas (2008 e 2012), pela editora Meca. Co-autor do livro Contos do Quintal (2007), editora Globo. Autor de contos publicados nas revistas Crescer e Direcional Educador.
Debatedora: Thais Batista Siqueira (CEU Tiquatira)
Local: Centro Cultural da Penha – Espaço Mario Zan
18h:30 – Pegue, Leve e Leia
Doação de livros com o objetivo de difundir e estimular a leitura e seguida de uma roda de leitura.
Local: CEU Tiquatira – Sala de Web Conferência da Uniceu / UAB
19h:30 – Slam Perplexo
Coordenação do escritor Rafael Antunes Marcelino (Paulistano nascido em 1989. Mantém, desde 2011, produção poética na internet, ativo com o blog “451 Estilhaços…e além”. Participa desde 2015 das competições de poesia falada conhecidas como “Slams”, principalmente no “Menor Slam Do Mundo”, voltado para poemas com duração de até dez segundos. Teve publicado sete poemas para “Mallarmargens – revista de Poesia e Arte Contemporânea”, em outubro de 2013.Publicou o livro Imperativos Virasseres em 2018.)
Local: Biblioteca Pública José Paulo Paes

25/08 (sábado)
10h:30 – Painel: Jovens Talentos da Quebrada
Coordenação: Rodrigo Ciríaco (Educador e escritor, autor dos livros Te Pego Lá Fora, 100 Mágoas e Vendo Pó…esia. Participa há mais de 10 anos do movimento de saraus da periferia. É idealizador
do projeto “Literatura (é) Possível”, que desde 2006 desenvolve ações de incentivo a leitura, produção escrita e difusão literária em escolas públicas estaduais e municipais, com o “Sarauzim – Sarau dos Mesquiteiros”)
Convidados: Integrantes dos Mesquiteiros, escritores e poetas vencedores do concurso literário Pode Pá e participantes do Slam Interescolar
Local: Teatro Martins Penna
13h – Apresentação musical: Ôncalo
O grupo nasceu em 2011 no bairro da Penha. Sua característica é interpretar canções em versões instrumentais, utilizando-se de instrumentos de metais e bateria desmembrada Local: Centro Cultural da Penha
14h – Painel: Mediação de leitura
Mediação: Valderina Silveira (E.E. Padre Antão)
Painelistas:
 Elaine Cuencas (Graduada em letras pela FFLCH/USP, mestre em literatura comparada em língua portuguesa. Professora universitária de Letras. Realiza palestras sobre formação de leitores e participou de workshop sobre mediação de leitura com o Projeto Vagalume)
 Mara Esteves (Formada em Letras, atua como educadora popular, mediadora de leitura e produtora cultural no segmento da livro, da leitura e de literatura. É integrante da coletiva Achadouras de Histórias, coletiva responsável pela Biblioteca Comunitária
Djeanne Firmino, localizada na zona sul de São Paulo. Atua como articuladora da Rede de Bibliotecas Comunitárias LiteraSampa e é membro da Rede Nacional de Bibliotecas Comunitárias)
 Thais Batista Siqueira (Mestranda no programa de pós-graduação da Faculdade de Educação da Unicamp e professora da rede municipal de São Paulo há 8 anos)
Local: Centro Cultural da Penha – Hall 3º andar
14h – Oficina Quadrinhos com Gibiteca Balão
A Gibiteca Balão realiza atividades de orientação de leitura de histórias em quadrinhos nacionais e estrangeiras de temáticas variadas. Abrangendo assuntos de importância social como direitos
humanos, igualdade de gênero, diversidade étnica, contracultura, conflitos e guerras, mas, também, assuntos lúdicos e leves direcionados ao público infantil. Atualmente está dentro da Okupação Coragem, no bairro do José Bonifácio, integrando as atividades culturais da ocupação com outros artistas e grupos.
Local: Centro Cultural da Penha – Espaço Mario Zan
14h – Teatro: O livro do improviso
As atrizes Cíntia Portella e Maíra De Grandi vão encontrar seu protagonismo em uma história criada em parceria com o público dentro da biblioteca. Através da improvisação teatral o públicoleitor
vai inspirá-las e ajudar a escrever essa estória. A partir de referências dos títulos encontrados na biblioteca o público vai ter a sensação de estar criando um livro!
Local: Biblioteca Pública José Paulo Paes
16h – Apresentação musical: O som que vem do coração com Aísha Campos. A jovem e talentosa cantora iniciou sua trajetória aos 8 anos no show de talentos de sua escola. Desde então se tornou aluna de canto do Guri e estuda Teatro musical. Realizou apresentações em Saraus, eventos públicos e particulares. Apresentou-se nos musicais Hair e Smash da Escola Teenbrodway.
Neste show acústico visitará canções clássicas como I say a little prayer for you eternizada por Aretha Franklin, Midnight da britânica Lianne La Havas, passeará pela pop Xo de Beyoncé, além de apresentar algumas canções de KPOP como Cave me in do grupo BTS. Será acompanhada pelos músicos: Maicon Perillo, Nego Dio e Humberto Rodrigues, além dos bailarinos Gustavo Nogueira e Vanessa Neris.
18h:30 – Sarau Vozes Negra
Coordenação: Mariana Felix (Escritora, slammer, militante feminista e apresentadora. Tem dois livros publicados: Mania (2016) e Vício (2017) ambos com poesias, crônicas e dissertações sobre o
empoderamento feminino, a relação da autora com a cidade e o amor. Apresentou o programa Além da Poesia transmitido pela TVT)
Local: Biblioteca Pública José Paulo Paes
20h – Teatro: Quando as máquinas param (texto de Plinio Marcos)
Baccan Produções
Local: Teatro Martins Penna

26/08 (domingo)
10h às 16h – Pegue, Leve e Leia
Doação de livros com o objetivo de estimular a leitura
Local: Centro Cultural da Penha
10h – Leitura dramática do livro Ponciá Vivêncio de Conceição Evaristo. Leitura realizada por integrantes do Teatro Vocacional do Centro Cultural da Penha
Coordenação: Murilo de Paula
Local: Centro Cultural da Penha
10h30 – Oficina: Jovem transformador: como me reconheço protagonista da minha trajetória, desde minhas escolhas, minhas atitudes e meus planos.
Coordenação: Débora Santos (gerente de projetos sênior em TI, palestrante motivacional, professora e pedagoga. Dedicada à projetos que empoderam mulheres profissionais e jovens no início da carreira profissional, com programas de coaching e voluntariado)
Local: Centro Cultural da Penha – sala de Estudos 3
11h: Painel: A produção literária na Penha
Mediação: Julio Marcelino (Movimento Cultural da Penha)
Painelistas:
 Bárbara Esmênia (Ativista feminista, atriz, articuladora do teatro da oprimida em São Paulo, poeta e editora)
 Paulo Cesar Lopes (Escritor, pesquisador e professor universitário)
 Sandro A. (Teólogo, professor, músico, escritor e poeta)
Local: Biblioteca Pública José Paulo Paes
13h às 15h: Oficina de Fotografia de Pinhole no centro da Penha com o Pinrolê – Pinhole são câmeras fotográficas artesanais que utilizam um buraco de agulha como lente. Nessa oficina, será possível fazer imagens com câmeras emprestadas e presenciar a revelação do papel fotográfico no laboratório portátil. O coletivo Pinrolê, criado em 2012, nasce com a intenção de promover passeios fotográficos com câmeras pinhole pela cidade de São Paulo, trocar experiências, conhecer novos lugares e disseminar o uso dessa técnica fotográfica por meio de oficinas e exposições.
Local de encontro: Centro Cultural da Penha
13h às 17h: Oficina de criação literária
Coordenação: Frederico Barbosa (Escritor, poeta, professor de redação, língua e literatura, dirigiu a Casa das Rosas – espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura, fundou e dirigiu a
Poiesis – Organização Social de Cultura. Autor, organizador, consultor e editor de livros premiados e traduzidos para vários países)
Local: E.E. Padre Antão
18h: Sarau de encerramento com Os Mesquiteiros
Coordenação: Rodrigo Ciríaco
Local: Centro Cultural da Penha – Espaço Mario Zan

Comissão organizadora e endereços onde ocorrerão atividades:
 Biblioteca Pública José Paulo Paes (Largo do Rosário, 20)
 Centro Cultural da Penha (Largo do Rosário, 20)
 CEU Tiquatira (Avenida Condessa Elizabeth Robiano, s/n – esquina com a Rua Kampala)
 Coletivo Papo de Comadre
 Diarinho da Penha
 Escola Estadual Padre Antão (Rua Santo Afonso, 273)
 Movimento Cultural Penha
 OAB São Paulo – Subseção Penha de França (Rua Rodovalho Junior, 234)
 Penha Online
 Shopping Center Penha (Rua Dr. João Ribeiro, 304)
 Teatro Martins Penna (Largo do Rosário, 20)

Comentários

comentários

Bruna Salles

Mulher Preta de duas cabeças. Na de dar Assistência ao Social, me encantei pela Articulação Cultural e cá estamos: Co-Fundadora e Coordenadora de Comunicação da Agenda Preta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *