Oficinas gratuitas na zona sul – Origens do Samba e dança afro contemporânea

Loading Map....

Data / Hora
Date(s) - 17/08/2017 - 28/10/2017
7:00 pm - 9:30 pm

Localização
Centro Cultural Monte Azul

Colabore com a Agenda Preta

Categorias


Origens do Samba em São Paulo e dança afro contemporânea são temas de oficinas na zona sul

Como parte das atividades do Ajayô Samba do Monte, o coletivo Ajayô promove discussões sobre nossas raízes com participações especiais na periferia de São Paulo. As oficinas começam em agosto e seguem até o mês de outubro.

O Centro Cultural Monte Azul abriga dois temas em comum: Surgimento do Samba e O Samba nas Periferias de São Paulo, especialmente na capital.  Entre os convidados estão Seu Carlão do Peruche, o radialista Moisés da Rocha, além dos sambistas Marquinhos Dikuã e Raquel Tobias.

As oficinas são gratuitas e juntas tem 2h30 de duração, das 19 às 21h30, às  quintas-feiras a partir do dia 17 de agosto até o dia 28 de setembro. O local é de fácil acesso pelo metrô (linha 5), no Centro Cultural Monte Azul, próximo a ponte João Dias. Para se inscrever, é necessário preencher a inscrição neste link.

https://goo.gl/AxsdKM

No espaço Goma Capulanas haverá oficinas de Dança Negra Contemporânea. Estas oficinas oferecem uma vivência introdutória à prática em dança negra atual, tendo como base algumas danças populares de matrizes negras.  O objetivo é se aproximar e experimentar um estado corporal de um corpo que brinca, reza, dança, trabalha e festeja.

As oficinas de Dança serão na zona sul, no Jardim São Luiz. a partir do dia 12 de agosto, aos sábados, com  a cantora e pesquisadora Débora Marçal.

Temas

Fruto da mistura de ritmos e tradições, o samba é talvez o gênero mais brasileiro de todos, o que simboliza o Brasil e o seu povo. Nos encontros sobre O Surgimento do Samba, Moisés da Rocha e Marquinhos Dikuã irão apresentar uma visão do universo do samba a partir das suas vivências. Elementos históricos e sociais também serão levantados.

O que representa o samba nas bordas da cidade e como ele é tratado hoje são os assuntos dos encontros O Samba nas Periferias de São Paulo. Seu Carlão do Peruche e Raquel Tobias vão falar sobre os movimentos de samba surgidos nos anos 1990, a resistência cultural que defendem e como se firmam nos locais onde surgem. Em ambas as oficinas haverá mediação de Elis Teixeira do coletivo Ajayô.

Além de abordar técnicas e conhecimentos de matriz africana no contexto contemporâneo, a Dança Afro é uma atividade que desenvolve condicionamento físico, ritmo, alongamento e expressão corporal. É também o resgate da cultura afro presente na formação da cultura brasileira.

Sobre os participantes

Marquinhos Dikuã é cantor e compositor. Nascido e criado na periferia da Zona Sul de São Paulo. Lançou em 2005, seu 1° CD “Aprendiz” e em 2012 o seu mais novo trabalho, o CD “Malandreio” produzido por Maurílio de Oliveira, do aclamado grupo de samba Quinteto em Branco e Preto.Já se apresentou ao lado de artistas como Bocatto, Paulo Vanzolini, Luis Carlos da Vila, Quinteto em Branco e Preto, Moraes Moreira, entre outros.

Moisés da Rocha é radialista e produtor do programa que criou, o Samba Pede Passagem está nas ondas do radio há quase 40 anos, homenageando artistas e compositores como abrindo espaço para novos artistas. Atualmente seu programa é veiculado nos finais de semana.

Raquel Tobias é sambista e compositora de Embu das Artes, mostra sua veia artística nas rodas de samba da cidade. Atualmente participa de um projeto que traz como protagonista no ritmo, com título “Mulher Escrita”, no bairro da Lapa.

Seu Carlão do Peruche é idealizador e Presidente da Associação das Velhas Guardas de São Paulo, é personagem importante na trajetória do samba. Ajudou a fundar a Lavapés, a primeira escola de samba da cidade.

Débora Marçal é Co-fundadora e Intérprete pesquisadora da Capulanas Cia de Arte Negra por onde realizou intercâmbios e apresentações culturais na área da Dança e Teatro tendo realizado espetáculos, performances, cursos, palestras e oficinas em São Paulo,Salvador, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Brasília-DF, Maputo – Moçambique. Pesquisa Dança desde 1998, atualmente é Coreógrafa, Dançarina e Figurinista do Instituto Umoja.

Serviço

Coletivo Ajayô apresenta as oficinas O Surgimento do Samba, O Samba nas Periferias de São Paulo e Dança Afro Contemporânea. A participação é gratuita e é necessário fazer inscrição no link:

https://goo.gl/AxsdKM

***

O Surgimento do Samba e O Samba nas Periferias de São Paulo – com Seu Carlão do Peruche, Moisés da Rocha, Rachel Tobias e Marquinhos Dikuã.

Link do evento no Facebook:

http://www.facebook.com/events/129812650964607

Datas:

Agosto: 17 e 31, quinta, das 19 às 21h30, no Centro Cultural Monte Azul.

17 de agosto: Marquinhos Dikuã e Moisés da Rocha.

31 de agosto: Raquel Tobias e Seu Carlão da Peruche.

Setembro: 14 e 28, às quintas, das 19 às 21h30, no Centro Cultural Monte Azul.

14 de setembro: Marquinhos Dikuã e  Seu Carlão da Peruche (a confirmar)

28 de setembro: Raquel Tobias e Seu Carlão da Peruche (a confirmar).

 

Dança Afro Contemporânea– com Débora Marçal

 

Link do evento no Facebook:

http://www.facebook.com/events/1924854241091139/

Datas:

Agosto: 12,19, 26, sáb, das 10:30 às 12h.

Setembro: 2, 16, 23, 30, sáb, das 10:30 às 12h.

Outubro: 7, 14, 21, 28 out, das 10:30 às 12h.

 

Local: Capulanas Cia de Arte Negra

Contato:  https://www.facebook.com/capulanasartenegra/

José Barros Magaldi, 1121 – Jardim São Luiz, São Paulo – SP

Localização:

https://goo.gl/LuNb66

 

PATROCÍNIO Diversidade Cultural e Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo

*Este projeto foi contemplado pela 1a edição do Programa de Fomento à Cultura da periferia da Cidade De São Paulo*

APOIO Samba em Rede, Rede São Luís, Espaço Comunidade, Fábrica De Cultura Jd São Luís, Fábrica de Cultura do Capão Redondo e Centro Cultural Monte Azul.

Acompanhe nossas redes!

Site
http://www.sambadomonte.com.br/

Facebook
http://www.facebook.com.br/projetocomunidadesambadomonte

Instagram
http://www.instagram.com/sambadomonte

Comentários

comentários

Comente