Mora na Zona Leste? O Coletivo Sankofa quer se apresentar na sua casa

Projeto cênico itinerante e baseado em identidade de gênero na infância terá estreia em outubro

 

Colabore com a Agenda Preta

O Coletivo Cultural Sankofa convida os moradores da Zona Leste de São Paulo a abrirem as portas de suas residências e receber o projeto cênico “Minha Casa tem Armários”. Financiado pelo Programa de Valorização de Iniciativas Culturais (VAI II) e criado a partir de vivências promovidas pelo Coletivo, o projeto tem como objetivo aproximar o público das artes cênicas e dos temas da diversidade por meio de apresentações itinerantes de teatro infanto-juvenil.

 

Desde 2012 o Coletivo pesquisa e desenvolve ações voltadas às diversas questões que envolvem a temática dos direitos humanos, se expressando por meio da experiência poética e política, alinhados com a crítica social aos modelos que inferiorizam e desumanizam as pessoas. Para produção do espetáculo que passará por 10 casas, houve uma série de atividades nas etapas que precedem os ensaios, dentre elas estão: rodas de conversa para discussão da identidade de gênero na infância e adolescência, workshop de dança, teatro de rua e registros em espaço público.

 

Cada vivência que aproximou o Coletivo de pessoas e histórias singulares, segue como base e inspiração para laboratório. Em outubro o público poderá ver o resultado do trabalho dos artistas em explanar de forma lúdica o que toca na identificação do gênero quando se é criança. “A criança quando brinca está apenas sendo criança, imaginando, experimentando e descobrindo possibilidades de ser no mundo. Nós adultos que generificamos a experiência do brincar atuando o tempo inteiro de forma violenta como policiais da normatividade”, complementa o diretor Anderson Maciel.

 

As apresentações poderão acontecer em um cômodo da casa (sala, quarto, cozinha) ou na parte externa (quintal ou laje) e o espaço disponibilizado deve ser adequado para receber pelo menos 15 pessoas, entre artistas e convidados. Os dias e horários serão combinados previamente, considerando somente sábados e domingos, e após a encenação um lanche será oferecido pela produção. O encerramento se dará depois de uma conversa informal e de tema livre com os presentes.

 

Importante ressaltar que atores e equipe da produção precisarão contar com a presença do dono da residência até duas horas antes, durante e até o encerramento do espetáculo. Após assinar um termo de direito de uso da imagem e voz, basta convidar amigos, vizinhos e familiares para assistir.

 

Inscrições:

Prazo: até 31 de agosto de 2016

E-mail: minhacasatemarmarios@gmail.com – ou por WhatsApp (11) 9 95429-4584

Comentários

comentários

Junior Rocha

Preto, amante de tecnologia, política, cultura e cerveja. Fundador da Agenda Preta e de outros projetos que ainda não existem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *