Cores e valores: Karol Conka, bolsa, capitalismo e empoderamento. Mas não só.

Por Igor Gomes Também escrevo...