Rincon Sapiência inverte tendências em Ostentação à Pobreza

Rincon Sapiência

Não é novidade pra quem acompanha de perto o Hip Hop que o Rincon Sapiência é um dos MCs mais sagazes do cenário atual, também não é novidade que Rincon é mestre em misturar críticas sociais do rap tradicional com sonoridades modernas do rap. O FODA É QUE O CARA SE SUPERA!!!

Colabore com a Agenda Preta

Não contente em quebrar explodir recentemente com “Ponta de Lança”, com a exaltação do povo preto em “A Coisa tá Preta”, com a crítica do direito a cidade em “Transporte Público”, com o hit “Elegância” tocando em todas as baladas de uns anos atrás, com a diversidade da “Coisas de Brasil”, com a criatividade em “Linhas de Soco” e “Meu Bloco” e com mais várias pancadas, o Sr Manicongo presenteia seu público com “Ostentação a Pobreza”.

O single foi lançado com um clipe sensacional, dirigido por Marco Loschiavo, que acompanha muito bem a música.

A letra vai na contramão de muitos raps modernos e chama atenção para a pobreza e desigualdade ainda muito presentes no país, nela Rincon Sapiência se posiciona contra medidas que visam criminalizar ainda mais a população negra e pobre do Brasil, como a redução da idade penal.

Confira um trecho:

Pobreza, pobreza
Um certo dia vi ela
Quando passei na viela
Cruzando pela favela
Pobreza, pobreza
É conviver com a nojeira
Morar em área de risco e dormir ao som da goteira
Um carro louco é um abalo, o som batendo no talo
Lugares que têm miséria, luxo é andar de cavalo
Onde o dinheiro não rola, chinelo gastando sola
Levando quase uma hora até chegar na escola
Trampando desde criança e sonhando em ter uma TV
Um sonho realizado mas morreu sem aprender ler
Criança não trabaia, criança dá trabaio
Maioridade penal, eles querem a redução
Caraio

Siga o Rincon Sapiência nas redes sociais:

Facebook: https://www.facebook.com/rinconzl/
YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCTR_tkH-7XWytiLHGJnWspQ
Twitter: https://twitter.com/rinconsapiencia

Comentários

comentários

Junior Rocha

Preto, amante de tecnologia, política, cultura e cerveja. Fundador da Agenda Preta e de outros projetos que ainda não existem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *