Tássia Reis foi vítima de racismo no Sesc Santana

A cantora Tássia Reis acaba de publicar em seu instagram que ela e uma fã foram vítimas de racismo em uma apresentação da rapper nesse final de semana.

No post, Tássia

Colabore com a Agenda Preta

Sábado eu e uma fã querida fomos agredidas, vítimas de #racismo .Eu verbalmente, e ela fisicamente no momento em que se posicionou em minha defesa. Eu não estava presente no banheiro, mas a Racista Agressora gritava a plenos pulmões que eu e minha equipe era "Preta Suja" e que a gente era "Maloqueira" e que nosso som não era música de verdade. Ela gritou durante o show, mas eu infelizmente não ouvi, senti uma energia estranha sim, mas não ouvi. O show foi no #sescsantana e nós estamos -agora – solicitando junto à administração as imagens da Racista Agressora, pois não tivemos a chance de questiona-la, saber seu nome para denuncia-la pelos CRIMES que ela cometeu. À segurança do sesc se "indignou", porém não se esforçou para mante-la dentro da unidade, e alegou que a criminosa é esquizofrenica. Eu prefiro chama-la de criminosa Racista, porque racismo é crime e RACISTAS NÃO PASSARÃO. #AFROntamento #clackbumnosistema #OuçaMe

A post shared by Tássia Reis (@tassiareis_) on

Nos comentários outros artistas se posicionaram, como é o caso de Ellen Oléria “a certa. e se ela estiver doente, precisa se tratar. principalmente se oferece risco a sociedade. pra esquisofrenia tem medicina. pra racista tem cadeia. (apesar de eu ser contra o cárcere, nossa sociedade ainda não tem nenhum outro metodo legal pra esse crime, entao, cadeia prxs racistas).” Disse Ellen.

Comentários

comentários

Junior Rocha

Preto, amante de tecnologia, política, cultura e cerveja. Fundador da Agenda Preta e de outros projetos que ainda não existem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *